20 de abril de 2021

|

por: breezy

|

Categorias: Creators, Investimentos

Investir em Influencers

O seu negócio é investir? Então conheça o DIVI-hub

Já ouviu falar no DIVI-hub? Ele é o primeiro aplicativo de investimentos em ativos digitais com receita compartilhada. Ou seja, por meio dele é possível investir em influencers que possuam um canal do Youtube, games e músicas. Desta forma, o investidor passa a dividir parte da receita com o influenciador, com os estúdios desenvolvedores de jogos ou com compositores, sempre que a música for tocada.

É via de mão dupla que se fala?

Sim, porque todos ganham, tanto quem investe quanto quem recebe o investimento. Para os criadores de conteúdo é uma solução bem rápida de captação de recursos para projetos em lançamento, além de promover, a fundo, o engajamento com fãs, que passam a poder investir e se tornar parceiros de seu ídolo. Os influencers que possuem uma boa comunidade podem usar seus canais para convidar seus seguidores a participarem.

E não precisa de muito capital, a partir de R$10 é possível iniciar essa jornada. Os pequenos ativos são chamados de DIVIs e garantem uma porcentagem da receita gerada pelo projeto investido. Quanto mais DIVIs o investidor tiver, maior será sua participação nos lucros. É possível vender os DIVIs adquiridos para outros investidores a qualquer momento, pelo preço que quiser, ou ainda aguardar o momento da recompra pelo detentor do projeto.

Como lucrar com o DIVI-hub?

Os DIVIs de determinado projeto ficam abertos para compra por um período de seis meses. Se nesse período não for vendida a maior parte dos ativos, pelo menos 2/3 do total, a captação é encerrada e o valor investido é devolvido.
Após a captação, cada projeto determina um tempo médio para o repasse inicial da receita. Games, músicas e projetos que ainda aguardam lançamento podem levar um pouco mais de 30 dias para o início do compartilhamento dos lucros. É possível acompanhar todo o processo pela página do projeto no aplicativo, inclusive, quando a receita estiver em andamento.
Alguns projetos têm data de recompra estabelecida pelo responsável, outros não. Mas a qualquer momento é possível vender os ativos pelo valor que quiser e lucrar com isso.